Vereador Anderson de Tuca faz alerta aos condutores de veículos das categorias C e D

 

foto tuca

O vereador Anderson de Tuca (PRTB) utilizou a Tribuna da Câmara nesta manhã (29), para fazer um alerta aos condutores de veículos que pretendem ter permissão para dirigir veículos nas categorias C (trator, microônibus e ônibus) e D (microônibus e ônibus). Segundo ele, existe uma Lei que obriga os motoristas de veículos nas categorias C e D a fazerem um exame toxicológico que custa cerca de R$ 350.

“Quem trabalha no carro coletor da Torre, por exemplo, tem que fazer esse exame, onerando o trabalhador, o motorista”, afirma. O vereador dsise que o exame toxicológico é uma exigência do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). “Ou seja, a obrigatoriedade desse exame e vai atingir todos os motoristas e trabalhadores (caminhoneiros) que desejam ter as carteiras de categoria C e D. Essa lei pode afetar ainda taxistas que tenham carteira de C ou D porque também terão que fazer esse exame”, disse.

O parlamentar aproveitou a oportunidade para fazer um apelo à OAB e aos deputados federais, uma vez que a exigência é na esfera federal. De acordo com ele, o Detran  “está lutando para que essa lei não entre em vigor. Faço apelo, também, ao governador do Estado e aos nossos deputados para que esta Lei Federal não entre em vigor”, destacou.

Saúde –  Anderson de Tuca, ainda, elogiou a iniciativa do prefeito João Alves, de passar a pasta da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) para o médico Antônio Saraiva. “O vereador Dr. Agnaldo não se sentiu confortável para assumir essa pasta e, então, Antônio Saraiva foi o nomeado. A partir de hoje, 29, ele é o novo secretário. É um homem honesto, íntegro, que já tem conhecimento dos gargalos da pasta. Confio que ele vai, sim, dar continuidade aos trabalhos que já vinham sendo realizados na secretaria”, afirmou.

Check Also

Presidente da Câmara de Canindé  Adilson Galindo destaca atuação de vereadores na pandemia e ações de conscientização

A atuação dos vereadores canindeenses  nas ações de enfrentamento e combate à pandemia da Covid-19 foi ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.