Sindijor repudia declaração do vereador Agamenon Sobral

 

materia-agamenon_sobral_170714

 

Sindicato envia nota falando da agressão aos jornalistas

Segue nota do Sindicato na íntegra:

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Sergipe (Sindijor-SE), entidade de classe que representa os Jornalistas e o Jornalismo em Sergipe, vem a público manifestar total repúdio ao vereador Agamenon Sobral, que afirmou na quinta-feira, 12, em discurso na tribuna da Câmara Municipal de Aracaju, que toda a imprensa sergipana teria sido comprada para não divulgar uma denúncia de suposto desvio de recursos no Instituto de Previdência do Estado de Sergipe (IPES).

Questionado pelo vereador Roberto Morais, que é estudante de Jornalismo, sobre a gravidade da denúncia e se ele realmente tinha certeza do que estava falando, o vereador Agamenon Sobral reafirmou a acusação, acrescentando que profissionais da imprensa teriam recebido dinheiro para não denunciar o possível esquema de fraude no IPES, mesmo não apresentando nenhuma prova.

Ao se utilizar de um espaço público para agredir os profissionais da imprensa sem apresentar nenhum tipo de prova, fica claro que o vereador Agamenon Sobral, eleito pelo voto popular e detentor de imunidade parlamentar, perdeu completamente a compostura, o senso de respeito e a seriedade que devem ser as marcas de um “servidor do povo de Aracaju”.

O Sindijor repudia qualquer tipo de agressão a jornalistas, especialmente vindos de agentes públicos e detentores de cargos eletivos, ainda mais quando se generaliza e não apresenta documentos que provem o possível comportamento antiético do profissional.

Neste sentido, o Sindijor reitera posição de solidariedade aos jornalistas sergipanos e lamenta, profundamente, o comportamento desrespeitoso deste parlamentar para com a imprensa sergipana, bem como analisará medidas judiciais contra o vereador e encaminhará o caso à presidência da Câmara.

Check Also

Pré-candidato a vereador Claudio Jornalista (PSC) defende projeto que institui CNH popular em Estância

     “Para as camadas mais pobres da população a Carteira Nacional de Habilitação – ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.