Presidente da Adjori Brasil participa de reunião com a Secom da Presidência da República

Presidente da Adjori Brasil participa de reunião com a Secom da Presidência da República

Encontro foi promovido pelo presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Mídia Regional, deputado federal Pedro Uczai (PT-SC)

Na condição de presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Mídia Regional, o deputado federal Pedro Uczai (PT) intermediu um encontro entre representantes institucionais das associações de veículos de imprensa interiorana e o secretário executivo da Secretaria de Comunicação da Presidência da República (SECOM), Otaviano Pereira. A reunião aconteceu no Palácio do Planalto e teve por objetivo estreitar o diálogo entre o Governo e os meios de comunicação do interior.

Presenças

O presidente da ADJORI Brasil, Miguel Ângelo Gobbi, participou do encontro ao lado de outras lideranças do meio jornalístico: André Jungblut – Presidente da Confederação Nacional de Comunicação Social; Âmer Ribeiro – Presidente da ADI/Brasil; Margareth Freire – Presidente da ADI BA/Nordeste; Roberto Melão – Vice Presidente da ABERT e Presidente da AGERT; Carlos Agusttini – Presidente do SERT– PR; Rubens Ullbrich – Presidente da ACAERT; – Liza Rocha – Diretora Comercial a  ACAERT; Adriano Kalil – Diretor Executivo da ADI/Brasil; e Alberto Rosa – Diretor Executivo da Central de Diários do Interior.

Os dirigentes representam aproximadamente 1600 veículos de comunicação (rádios e jornais) e ouviram do secretário executivo, Otaviano Pereira, que a imprensa do interior é prioridade na política de distribuição de verbas publicitárias e de conteúdo do governo federal.  “A mídia regional é estratégica para o governo. As pessoas buscam a informação nos veículos de imprensa da sua cidade, da sua região. O Governo tem isso presente e pretende aperfeiçoar o diálogo e ser mais prático nesta relação”, apontou Otaviano.

Os representantes das entidades da imprensa, de forma unânime, manifestaram o apoio à SECOM pelos novos mecanismos adotados para democratizar o acesso às mídias dos ministérios, das autarquias federais e empresas públicas. Nos últimos três meses mais de 2.000 veículos de comunicação (emissoras, rádios e jornais) do interior receberam publicidade estatal federal, fortalecendo os veículos de comunicação nas pequenas e médias cidades.

“Ainda precisamos avançar nos conteúdos regionais. Os conteúdos jornalísticos e publicitários também precisam ser de interesse local. Por exemplo, talvez interessa mais ao povo de Santa Catarina saber que a nova Ponte Anita Garibaldi, em Laguna no Sul do Estado, foi concluída e melhorou o tráfego na BR 101 do que ter conhecimento de que a Usina de Belo Monte, em Altamira, no Pará, está quase pronta”, lembrou Uczai.

Porta-vozes

Para o presidente da Adjori Brasil, Miguel Ângelo Gobbi, o encontro sinaliza o crescente interesse despertado pela imprensa do interior.  “Os jornais do interior são os porta-vozes dos anseios da população e elo entre o poder público e as comunidades brasileiras, tanto na esfera municipal, como estadual e federal. Nossos jornais conhecem, como ninguém, cada um dos problemas e cada uma das virtudes dos municípios nos quais circulam”, assinalou Gobbi.

A Adjori Brasil é integrada por associações de jornais do interior estaduais, que juntas representam mais de 600 veículos impressos e on-line. Fazem parte da entidade nacional, Adjoris dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Sergipe e Rondônia.

Check Also

Defensoria Pública solicita informações à Energisa sobre método de corte de energia por recuperação de consumo

A Defensoria Pública do Estado de Sergipe, por meio do Núcleo do Consumidor, expediu ofício ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.