O senador Antonio Carlos Valadares (PSB) voltou a se pronunciar sobre o fechamento da fábrica de fertilizantes em Sergipe, a Faven, e para ele, a decisão do governo federal  em prorrogar o prazo para hibernar  a fábrica é “uma atitude eleitoreira”.

Na manhã desta quinta-feira (29), em entrevista ao radialista George Magalhães, no jornal da FAN, Valadares voltou a afirmar que “a intenção do governo é claramente privatista. Essa decisão de suspender por enquanto para fechar depois, é, a meu ver, uma decisão um tanto quanto capciosa” completou: “esta é apenas uma manobra política. Esse governo mostra que a decisão já foi tomada. A Fafen será fechada, mas até as eleições ninguém será incomodado”, afirmou o senador.

Sobre política local, o senador Valadares disse ser louvável a atitude do PTB em apoiar a pré-candidatura de Valadares Filho (PSB) ao governo do estado. “Isso além de fortalecer a aliança, aumenta o laço familiar, já que Rodrigo é filho do saudoso Pedrinho Valadares que é primo de Valadares Filho”, disse.

Ao final da entrevista, Valadares lembrou do prazo para o fechamento da Fafen, em junho e comentou. “Veja ai que é um prazo meramente eleitoreiro”, afirmou.

Munir Darrage