Ministro defende valorização da mídia regional

André Figueiredo abriu seminário que reúne parlamentares e representantes de veículos de todo o Brasil

Brasília, 02/03/2016 – “A mídia regional é onde a população se vê, onde a população acompanha diretamente seus problemas. Essa importância vai ser valorizada e potencializada pelo governo federal, através do Ministério das Comunicações”. A garantia foi dada pelo ministro das Comunicações, André Figueiredo, na abertura do seminário Comunicação e Mídia Regional, realizado nesta quarta-feira (2).

MC153806(Foto: Herivelto Batista)

O evento reuniu deputados federais da Frente Parlamentar em Defesa do Fortalecimento da Mídia Regional e presidentes de associações que representam jornais, rádios e TVs regionais. O ministro ressaltou que os milhares de veículos que fazem mídia regional em todo o Brasil contribuem para levar informação e conteúdo à população.

“O que queremos é democratizar a comunicação com a proliferação de mídias regionais”, disse André Figueiredo. Ele anunciou que o Ministério das Comunicações deverá lançar ainda neste primeiro semestre de 2016 um novo plano de outorgas para a radiodifusão comercial. “O número de AMs no país, por exemplo, é em torno de 1.800. É muito pouco para um país que tem mais de 5 mil municípios”.

O ministro também destacou o avanço no processo de migração das AMs para a faixa de FM. Neste mês, o MC já começou a emitir o boleto para pagamento da taxa de outorga, para as emissoras que pediram a mudança. Neste ano, 937 rádios AM que fizeram a solicitação poderão migrar para a faixa de FM.

Figueiredo se comprometeu a discutir uma reivindicação das emissoras AM que estão em processo de migração. Os radiodifusores querem estender de dois para seis meses o prazo do simulcasting, em que as rádios continuam a transmitir a programação nas duas faixas até a migração definitiva para o FM. “O diálogo sempre norteou nossas ações. Temos certeza de que algumas ações podem ser modificadas”, reforçou.

RTVs

André Figueiredo também chamou atenção para a necessidade de debater a situação das retransmissoras de TV (RTVs). “RTV não é para ser um instrumento econômico de quem tem a outorga para posteriormente vender a um gerador. Isso precisa de um basta”. O ministro sugeriu que a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) pode ajudar a conduzir essa discussão com o setor.

O ministro destacou ainda a importância da mídia regional no atual momento de crise enfrentado pelo país. “O setor de comunicação pode sim transmitir esperança ou revolta. Não são só notícias ruins que existem em nosso país. Existem boas práticas em vários setores que precisam ser evidenciadas. Quem pode fazer esse grande papel é justamente a mídia regional”, salientou.

MC153873

Papel estratégico

Na abertura do evento, o deputado federal Pedro Uczai, presidente da Frente Parlmentar em Defesa do Fortalecimento da Mídia Regional, destacou que o seminário tem o objetivo de discutir o futuro e o papel estratégico da mídia regional no fortalecimento da democracia brasileira. Ele acrescentou que a frente parlamentar tem como eixo a busca de um diálogo permanente com a sociedade, internamente no Congresso Nacional e também com o governo.

O presidente da Abert, Daniel Slaviero, disse que a mídia regional é fundamental para fortalecer os veículos locais. “Todo tipo e forma de comunicação fortalece o que é mais importante, que é a notícia, a informação e o conteúdo de sua região.”.O presidente da Associação de Diários do Interior (ADI), Ámer Félix Ribeiro, ressaltou o empenho do ministro e dos parlamentares em defesa da mídia regional. “A mídia do interior está na moda e é ela que fala a linguagem regional e sabe das coisas que acontecem localmente”.

Para o presidente da Associação dos Jornais do Interior (Adjori), Miguel Gobbi, a valorização de cada canto do Brasil se dá através do jornal e da mídia regional. O presidente da Associação Catarinense das Emissoras de Rádio e Televisão (Acaert), Rubens Olbrisch, finalizou agradecendo ao ministro pela rapidez com que conduziu o processo de migração das AMs para a FM.

Check Also

Canindé: Hugo de Pank toma posse no Parlamento Municipal

  Um dos vereadores eleitos mais jovens da história de Canindé de São Francisco, Hugo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.