João promoveu reajuste acumulado de 625% no IPTU

“Não compreendo um parlamentar comemorando um aumento de 30% sobre a cobrança do IPTU. Um aumento absurdo e que  já será cobrado do aracajuano a partir da primeira semana de janeiro,  quando começam a chegar os carnês” , protestou o vereador Bertulino Menezes (PSB/SE) , na manhã desta sexta-feira, 18/12, em pronunciamento na Câmara Municipal de Aracaju.
” Eu não imagino um representante do povo comemorar um aumento absurdo desses” , disse o socialista, ao reprovar o comportamento de alguns vereadores integrantes da bancada do prefeito João Alves, que comemoraram “com sorrisos largos” a decisão judicial, proferida na quinta-feira (17) pelo Pleno do TJ/SE,  confirmando a aplicação do reajuste de 30% a partir do próximo mês.
Bertulino lembrou que o PSB foi autor da Ação Direta de Inconstitucionalidade -ADIN – que tentou anular os efeitos da Lei anteriormente aprovada na Câmara de Vereadores.
“Ninguém tem vergonha de dizer: esta ação é de autoria do PSB, dos vereadores Bertulino Menezes e Lucas Aribé; do PSB do senador Valadares;  do PSB do deputado federal,  Valadares Filho. Foi o PSB que rejeitou um aumento exagerado desses. Esta é uma ação socialista. Socialista é estar com o povo”, esclareceu,  lembrando que um dos desembargadores estimou que, no ano de 2022, o IPTU terá um aumento acumulado de 625%.
” Até 2022, centenas de imóveis já terão sido penhorados pela justiça porque o imposto cumulativo cobrado pela administração terá inviabilizado os pagamentos”, lamentou, reconhecendo que o PSB perdeu a ação,  mas continua não aceitando a exorbitância do aumento.
” O PSB não aceitou e continua sem aceitar esse aumento porque sabe que esta ADIN defendeu os interesses da sociedade aracajuana como um todo” , afirmou.
“Não vamos comemorar a desgraça do povo e achar que isso está ajudando a qualidade de vida da cidade” , protestou, apontando a ineficiência da iluminação pública,  falta de regularidade na coleta de lixo e a suspensão dos serviços do Hospital de Cirurgia por atraso no repasse dos recursos do SUS por parte da Prefeitura de Aracaju.

Bertulino lamentou que dentro de poucos anos o aracajuano venha a ser sacrificado com a perda do imóvel por não ter condições de arcar com o imposto cumulativo implantado por João Alves. “Para efeito de cobrança de IPTU o imóvel é garantia de penhora”,

Check Also

Presidente da Câmara de Canindé  Adilson Galindo destaca atuação de vereadores na pandemia e ações de conscientização

A atuação dos vereadores canindeenses  nas ações de enfrentamento e combate à pandemia da Covid-19 foi ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.