Jailton lamenta que questões políticas prejudiquem coleta de lixo em Aracaju

E-mail Imprimir PDF
O vereador Jailton Santana (PSC) lamenta a situação que classificou como caos na limpeza pública de Aracaju. Em seu pronunciamento na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), nesta terça-feira (15), o parlamentar foi enfático ao reprovar a postura de órgãos públicos que por questões políticas tem impedido a regularização da coleta de lixo na capital sergipana, expondo a população aracajuana ao risco de doenças.
Jailton entende que a Prefeitura de Aracaju agiu de forma equivocada por não ter programado com antecedência a licitação emergencial para contratação da nova empresa de coleta, já que a concorrência que estava sendo planejada foi suspensa pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).
Para o vereador também foi infeliz a decisão de permitir que a empresa vencedora começasse a atuar sem as licenças ambientais da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), mas Jailton salienta que o órgão estadual não pode politizar a questão, como tem feito.
“Se a empresa não tem licença e a coleta foi feita de forma equivocada com caçambas, a Adema agiu de forma correta, mas na medida em que os caminhões compactadores já estão aqui, a Adema deve ter bom senso e conceder a liberação. Vale ressaltar que estes carros já realizam o serviço fora de Sergipe, mas em Aracaju há um impasse político e gente se aproveitando do momento que antecede as eleições para prejudicar a população. Existem medidas punitivas que podem ser adotadas pela Adema, mas ela não pode deixar Aracaju no lixo”, lastimou Santana.
O vereador lembrou que a descontinuidade no serviço de coleta de lixo tem sido recorrente na capital e cobrou uma postura enérgica da Prefeitura para não continuar prejudicando os aracajuanos. “É revoltante! O povo paga seus impostos para ter limpeza pública em dias, mas da zona Norte a zona Sul toneladas de lixo estão espalhadas, favorecendo a disseminação de doenças. A legalidade tem que ser exigida, mas a razoabilida

Check Also

Defensoria Pública solicita informações à Energisa sobre método de corte de energia por recuperação de consumo

A Defensoria Pública do Estado de Sergipe, por meio do Núcleo do Consumidor, expediu ofício ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.