Jailton lamenta que oposição tenha votado contra mulheres aracajuanas

foto jailtom

O vereador Jailton Santana (PSC) ocupou a tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) nesta terça-feira (10) para lamentar o voto contrário de parte da bancada de oposição ao projeto do Executivo que visa ampliar o atendimento às mulheres através do Pró-mulher, Pró-família. No entendimento de Jailton, a postura dos vereadores que votaram contra a matéria demonstra que os interesses da população não têm sido priorizados.

O parlamentar destacou a importância da ampliação dos serviços ofertados pelo Pró-mulher e apresentou os dados de uma pesquisa divulgada esta semana pelo Instituto Dataform mostrando que 91,5% dos aracajuanos aprovam o programa. “Pegou mal para a oposição votar contra este projeto. Muitas vezes as pessoas agem apenas fazendo política desnecessariamente e acabam prejudicando a população”, lastimou.

Jailton frizou que independentemente da natureza da propositura, ela beneficia diretamente a população mais carente que nem sempre tem acesso rápido aos serviços de saúde. “O número de pessoas que são assistidas pelo Pró-mulher é impressionante, mas é preciso que a cada ano ele seja aperfeiçoado até por conta das novas demandas que surgem”, enfatizou, acrescentando que o programa tem credibilidade. “Quando criado pela senadora Maria do Carmo, foi tão importante que teve repercussão internacional”.

Em seis edições realizadas nos bairros da capital sergipana este ano, o Pró-mulher ofertou mais de quatro mil exames gratuitos. A recriação do programa vai expandir ainda mais o seu alcance social. “A situação é crítica na área da saúde, não apenas no município, mas em todo o país, por isso este programa é tão importante. Com ele, não vamos atender só as mulheres, mas as famílias como um todo”, concluiu Santana, elencando ainda as propostas do projeto, entre elas, o programa mamãe coruja e a garantida da primeira consulta do pré-natal.

Check Also

Defensoria Pública solicita informações à Energisa sobre método de corte de energia por recuperação de consumo

A Defensoria Pública do Estado de Sergipe, por meio do Núcleo do Consumidor, expediu ofício ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.