Georgeo Passos defende modelo sustentável para a administração pública

 

 

foto georgeO deputado estadual Georgeo Passos (PTC) ocupou a tribuna nesta quarta-feira, 03, para falar sobre a importância do Dia Mundial do Meio Ambiente e parabenizar o Poder Judiciário pela adoção de práticas sustentáveis em suas atividades bem como estimular a adoção de um modelo de “gabinete sustentável” na Assembleia Legislativa, baseado na Agenda Ambiental da Administração Pública (A3P). Segundo Georgeo, a necessidade de incluir práticas e bons exemplos que visem propiciar um ambiente ecologicamente saudável é indispensável para garantir a qualidade de vida e os recursos naturais para as futuras gerações, e citou o exemplo do Rio São Francisco, que vive uma situação deli cada. “Cabe a nós do Poder Legislativo e ao Executivo seguir esta trilha, prestigiando compras públicas e logísticas sustentáveis”, destacou o parlamentar, que acredita que é possível modernizar em favor de práticas mais eficientes. De acordo com o parlamentar, que participou do II Seminário de Planejamento Estratégico Sustentável do Poder Judiciário, promovido pelo Superior Tribunal de Justiça, em Brasília, o Poder Judiciário vem demonstrando uma preocupação constante com a causa, unificando normas e procedimentos, além de capacitar seus servidores. Segundo Georgeo, “este tema é prioridade para o Poder Judiciário […] vários especialistas debateram a importância de se fazer algo em prol do meio ambiente demonstrando, assim, como estes gestores públicos querem mudar uma realidade e começaram fazendo seu dever de casa”. Georgeo destacou também a Resolução nº201, de 03 de março de 2015, do Conselho Nacional de Justiça, que dispõe sobre a criação de competências das unidades ou núcleos socioambientais nos órgãos e conselhos do Poder Judiciário e implementação do respectivo Plano de Logística Sustentável. Para o deputado, “tais unidades devem fomentar ações que estimulem, principalmente, o aperfeiçoamento contínuo da qualidade do gestor público, a promoção de contratações sustentáveis, a qualidade de vida no ambiente de trabalho”. Durante o pronunciamento, Georgeo citou que, desde 2009, o Tribunal de Justiça de Sergipe já coloca em seu planejamento estratégico a adoção de práticas como o Processo Judicial Eletrônico, que diminuiu o consumo de papel; o uso de papel reciclado, impressão frente e verso, o uso racional da água, dentre outros. Georgeo propôs ainda, durante seu pronunciamento, a implementação de um modelo sustentável nos gabinetes da Assembleia Legislativa, com a iniciativa inicial dentro do seu próprio gabinete. “Se quisermos um meio ambiente equilibrado e saudável, se quisermos um planeta melhor paras as futuras gerações, temos que fazer nossa parte e o Poder Legislativo também […] Temos ainda a A3P, que pode ser seguida por esta Casa e a Escola do Legislativo pode priorizar atividades e formação em Educação Ambiental”, concluiu.

Check Also

Canindé: Hugo de Pank toma posse no Parlamento Municipal

  Um dos vereadores eleitos mais jovens da história de Canindé de São Francisco, Hugo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.