ERASMO MARINHO AFIRMA: “ESTOU PREPARADO PARA PROJETOS FUTUROS”

 
ERASMO MARINHO AFIRMA: “ESTOU PREPARADO PARA PROJETOS FUTUROS”

Erasmo Marinho, tem o mesmo nome de seu pai, nasceu em Canindé de São Francisco, de tradicional família da antiga Canindé de Baixo. Formado em Direito, foi Diretor Operacional no período de 1 ano e 7 meses do Detran. Deixou a pasta com dever cumprido e sendo reconhecido pelo governo estadual como um dos mais competentes auxiliares do governo estadual. Marinho recebeu a árdua tarefa de democratizar um setor até antes problemático, mais com dedicação e muito trabalho, transformou o órgão em referência e eficiência no atendimento ao cidadão.

Que projeto você destaca nesse período que você foi Diretor Operacional do Detran?

Claudio não sou homem de gabinete. Primeiro tive ao meu lado homens competentes, profissionais do mais alto gabarito. Me ajudou a planejar e executar projetos que realizamos e deixamos para o gestor que me substituiu. Visitamos todos os Ciretran do estado, conversamos com os coordenadores de atendimentos. Verificamos todos os setores, como vistorias veiculares e vimos de perto a qualidade dos serviços prestados aos usuários. Trabalhamos na ampliação e reforma dos Ciretran dando mais comodidade aos servidores e a todos os cidadãos que nus procuravam para resolver os problemas existentes. Essa nossa aproximação com o Ciretran foi muito importante para todos, tornando nossa gestão muito mais democrática.

Você está tendo habilidade para registrar nessa entrevista sua vasta experiência adquirida nesse tempo no Detran. Então, vamos ser diretos: você é pré-candidato a prefeito?
Meu histórico me credencia, estou preparando para continuar com o legado da minha família que a 40 anos faz política em Canindé de São Francisco. Mais eu nunca afirmei que sou pré-candidato a prefeito. Fico feliz pelos amigos lembrarem do meu nome, reconhecer nosso potencial e desejar que coloquemos nosso nome à disposição. Recebi um convite para fazer parte do agrupamento do prefeito e presidente do Partido Democrático Trabalhista (PDT), Fabio Henrique. Político de visão, tem demostrado competência administrativa tornando Nossa Senhora do Socorro um dos municípios que mais cresce em nosso estado. Fiquei feliz por esse reconhecimento e aceitei o convite. Hoje estou à disposição do partido para servir ao meu povo de Canindé se assim for o desejo das lideranças da minha terra. A cidade pede nomes novos e eu acredito que reúno elementos que me favorecem nesse aspecto. Mais afirmo nunca falei a ninguém que sou pré-candidato a nenhum cargo político em Canindé.
Mas você é do PDT? E o grupo liderado pelo ex-prefeito Orlandinho. Há um racha no grupo?
Não acredito nisso. Houve muitas fofocas, conversas de ponta de esquina. Não existe racha no grupo, o que existe são nomes surgindo, natural em um processo democrático. Orlandinho é pré-candidato com todo direito, não existe nenhuma magoa entre eu e ele. Surgiu boatos que ele interferiu para que eu saísse do Detran, eu não acredito. Até hoje ele não me procurou por tanto desejo a ele todo sucesso em seus objetivos.
Ele é uma liderança político importante, ele ainda é uma das principais lideranças políticas do município, mas há a necessidade de provocar uma discussão interna no grupo. Reconheço que há um Canindé antes e depois de Orlandinho. Uma cidade considerada violenta, mais que na gestão de Orlandinho acabou com essa mancha em nosso município. Hoje você pode analisar Canindé antes de Heleno e depois dele.
Sobre o PDT recebemos convite para presidir em Canindé. Aceitei e aguardo o momento certo para nossa convenção.

Mas e se chegar um momento em que ele (Orlandinho) não abrir mão de ser pré-candidato, como fica isso?
O PDT está diante de uma situação de que é o partido hoje com ampla possibilidade de ganhar várias prefeituras em todo estado. Repito, o grupo tem que levantar discussão e aí sim chegar a um nome. Se eu perceber que o bem da cidade ainda passa por Orlandinho eu aceito, mas uma imposição eu não aceito. É importante ouvir o empresário Edinaldo, hoje um dos homens mais conceituado e em plena ascensão na política de Canindé. Um homem de bem e de serviços prestados a Canindé. Quero deixar registrado aqui que não existe grupo a b ou c. Cada um busca seu espaço, no final estaremos todos juntos pensando no povo de Canindé. Não no dinheiro de Canindé como alguns pensam, no estado de prefeito exclusivamente falo por mim.

Se apresentar como pré-candidato pode soar como traição ao grupo liderado pelo ex-prefeito Orlandinho?

Claro que não é traição alguma. O fato de me apresentar como uma alternativa, dentro do grupo, é saudável. Eu gostaria de ver essa discussão dentro do grupo. Aliás, eu vou estimular esse debate. E se ficar sufocado, sem poder agir dentro da minha função, pode ser legitimo a mudança. O que mais desejo é ver minha Canindé voltar a crescer. É triste ver nossos jovens sem perspectivas algumas. Quem quer que seja o próximo gestor tem que valorizar nosso povo. Buscar alternativas. Tive o privilégio de conhecer um dos diretores da fábrica Duchas Corona e eles estão à procura de terrenos para levantar um Centro de Distribuição. Conversei com ele e sugerir à época uma visita a Canindé. Hoje o Centro de Distribuição é em São Paulo, as duchas são fabricadas aqui e transportada para São Paulo para ser distribuídas em todo o Brasil. Eu penso no agora, no bem-estar do meu povo.
Suas considerações finais Erasmo Marinho.
Agradeço essa oportunidade que vocês da imprensa me permitem para esclarecer vários fatos que ocorreram depois da minha saída do Detran. Um abraço para meu deputado Jeferson Andrade. Aos meus amigos que torcem para o meu sucesso.
Ainda tenho muito o que a aprender. Temos sempre que estar abertos as novas ideias e procurar modelos administrativos que estão funcionando em muitos lugares desse nosso País. Precisamos acreditar que é possível mudar que sempre é possível mudar

Check Also

Presidente da Câmara de Canindé  Adilson Galindo destaca atuação de vereadores na pandemia e ações de conscientização

A atuação dos vereadores canindeenses  nas ações de enfrentamento e combate à pandemia da Covid-19 foi ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.