Equipe do Samu é assaltada em Aracaju

 

equipe assaltada do samu

 

Técnica revela angústia e sugere parceria com a PM

Uma equipe de profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi vítima de assalto na madrugada desta terça-feira, 17, em Aracaju. Três homens armados com facões abordaram o condutor da ambulância, que estava estacionada na porta da casa de uma vítima que recebia os primeiros atendimentos da equipe, e levaram a carteira contendo documentos pessoais, dinheiro e também um aparelho de telefone celular. “Estou me sentindo amedrontada e triste com o ocorrido”, desabafou a técnica de enfermagem Katerine Melo, que integrava a equipe que prestava o atendimento a um paciente.

De acordo com a técnica de enfermagem, a equipe chegou à residência entre os dez e 40 minutos da madrugada desta terça-feira, 17, à residência da paciente no Conjunto Almirante Tamandaré. A técnica de enfermagem entrou, enquanto o condutor estacionou a ambulância na porta do imóvel e se posicionou na porta do veículo para aguardar o encerramento da ocorrência, mas acabou surpreendido pelos três assaltantes.

“Um deles ainda cogitou entrar na casa para me assaltar, mas não sei o que aconteceu que eles desistiram e foram embora depois que roubaram a carteira e o celular do condutor”, conta a técnica de enfermagem. “Eu estava ao telefone aguardando o médico regulador quando fiquei sabendo e então passei logo as informações para a supervisão”, revela.

Mesmo com o controle emocional abalado, a técnica deu prosseguimento ao atendimento ao paciente, concluiu os trabalhos e, em seguida, se dirigiu à Delegacia Plantonista, onde foi registrado o boletim de ocorrência. “Eles não respeitaram os profissionais, não respeitaram o serviço, estávamos fazendo o atendimento a uma pessoa que estava mal, mas graças a Deus meu colega se manteve calmo”, comentou.

Para a técnica de enfermagem, a alternativa para evitar ocorrências desta natureza e preservar a integridade dos profissionais durante a prestação do serviço, seria o Samu firmar parceria com a polícia militar para ampliar a segurança às equipe, principalmente nos horários entre às 22h e 5h da manhã e nos locais de maior vulnerabilidade.

Em nota enviada à redação, a assessoria de imprensa informou que a gestão da Secretaria de Estado da Saúde (SES), da Fundação Hospitalar da Saúde (FHS) e do Samu se solidarizam com o condutor e ressalta que  providências já foram tomadas junto à Secretaria de Segurança Pública (SSP/SE). “A gestão do Samu esclarece ainda que, mesmo com o fato ocorrido, a equipe assistencial prestou todo atendimento pré-hospitalar necessário e a paciente foi encaminhada ao Hospital Municipal Nestor Piva”, destaca a nota.

O Portal Infonet permanece aguardando manifestação da Polícia Militar. Informações devem ser enviadas por e-mail jornalismo@infonet.com.br ou por telefone (79) 2106 – 8000.

*A matéria foi alterada às 11h46 para acréscimo de informações relativas à nota enviada pela assessoria de imprensa do Samu

Por Cássia Santana

Check Also

Vacinação em Estância é ampliada para idosos acima de 65 anos 07/04/2021 às 07h02 Noticia ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.