Deputado Federal  Valadares Filho teve atuação favorável ao meio ambiente, segundo ONG

 

 

De acordo com o “Ruralômetro”, ferramenta desenvolvida pela ONG Reporte Brasil, que avaliou o comportamento socioambiental dos dos deputados federais, em Sergipe 50% dos deputados têm atuação legislativa que prejudica o meio ambiente, indígenas e até trabalhadores rurais.

A avaliação foi feita com os parlamentares eleitos em 2014 e a partir de como votaram – e dos projetos de lei que elaboraram.

Conforme o JORNAL DA CIDADE constatou na pesquisa disponibilizada pela ONG, os dados são frutos de levantamento que levou em conta 14 votações nominais e 131 projetos de lei nessa área.

Segundo o levantamento, cada deputado foi pontuado dentro de uma escala, fazendo uma analogia à temperatura corporal: de 36°C entre 42°C.

Dessa maneira, quanto “pior” for a avaliação, mais alta a sua temperatura – então, a variação, seguindo a analogia, vai de saudável (36°C e 37°C), febrícula (37°C e 38°C) à febre (38,1°C).

A comparação foi baseada de acordo com as informações no site médico de Dráuzio Varella.

 

Atuação significativa

Porém, apesar do “Ruralômetro” ter apontado índices ruins para metade da bancada, quatro parlamentares conseguiram ter uma atuação significativa na área do meio ambiente, indígenas e trabalhadores rurais.

Nesse patamar, frise-se o deputado federal Valadares Filho(PSB), se destacou com 36,8°C.

 

 

 

 

 

Check Also

Presidente da Câmara de Canindé  Adilson Galindo destaca atuação de vereadores na pandemia e ações de conscientização

A atuação dos vereadores canindeenses  nas ações de enfrentamento e combate à pandemia da Covid-19 foi ...