Daniela Fortes lamenta mudanças nas Farmácias Populares

E-mail Imprimir PDF

Daniela

Preocupada com a situação da saúde do país, a vereadora Daniela Fortes (PR/SE) lamentou o corte anunciado para as Farmácias Populares na sessão desta quarta-feira, 7, da Câmara Municipal de Aracaju (CMA). Ainda na ocasião, ela lembrou do Outubro Rosa.

 

Destacando o anúncio de cerca de R$ 578 milhões a menos para as farmácias populares a partir de 2016, a parlamentar falou da dificuldade que a população vai enfrentar para obter medicamentos. “É um serviço muito importante, mas que vai deixar de existir. Lamento já que muitas farmácias e drogarias que têm o convênio com o Governo Federal vão deixar de oferecer esse desconto que chega até a 90%”, disse.

Antes oferecidos em fraldas geriátricas, anticoncepcionais, remédios para colesterol, glaucoma e até parkinson, agora o programa atenderá somente a hipertensão, diabetes e asma. Daniela comentou que como sempre os mais carentes serão prejudicados. “Esse projeto deu certo e atende às camadas mais pobres da sociedade, porém a partir do ano que vem não vai mais ajudar tanto. Quem sempre sofre é a população brasileira”, declarou.

Outubro Rosa

Como mulher e parlamentar, Daniela Fortes usou do seu tempo durante o pequeno expediente para ressaltar a importância do Outubro Rosa. Alertando as aracajuanas para os cuidados com o Câncer de Mama, ela finalizou seu discurso com um pedido. “As mulheres precisam fazer a mamografia e procurar os postos de saúde sempre. O câncer de mama é o que mais mata no país e se elas descobrirem logo tem 95% de chance de vida”, concluiu.

Check Also

Deputado apoia criação de programa de tratamento contra depressão

View Larger Image Por Stephanie Macêdo A necessidade prolongada de isolamento e o medo provocado ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.