Caminhada Ecológica no Sol Nascente pede conscientização

 

caminhfada

 

Essa é a 14ª vez que a comunidade realiza a caminhada

Há 14 anos a comunidade do conjunto Canta Lúcia realiza a Caminha Ecológica, que visa preservar o mangue e os canais que cercam o bairro. Munidos de faixas pedindo a preservação e conscientização dos moradores, na manhã desta sexta-feira, 13, cerca de 300 pessoas saíram em passeata pelas ruas do conjunto. Essa é a 14ª vez que a comunidade realiza a ação “Construindo uma Jabotiana Saudável”.

O evento é uma iniciativa da Unidade de Saúde da Família, Manoel de Souza Pereira, localizada no bairro Sol Nascente. A gerente da unidade, Priscila Silveira, conta que o objetivo da passeata é conscientizar a população sobre os cuidados com o meio ambiente. “A gente pede que as pessoas evitem jogar lixo no mangue e até mesmo nos canais e nas ruas, para evitar enchentes e, claro, preservar o meio ambiente”, conta.

A preocupação da empresária Maria de Fátima Pereira é também com as enchentes. “Estou fazendo a minha parte. Cuidado do meu lixo e dando o descarte correto. Porque quando aconteceu às enchentes aqui no bairro, foi por causa do lixo jogado na rua de forma indevida”, relembra.

Já o professor Antônio Melo, que está à frente do “Movimento Ambientalista Jabotiana Viva”, conta que todos os anos participa do movimento em prol da conservação do bairro. “Essa mobilização acontece há 14 anos e é pela preservação do mangue. Estamos lutando contra as enchentes, mas há fatores que também influenciam para este descontrole, como o avanço desordenado dos empreendimentos imobiliários. Queremos que seja feito aqui um trabalho de drenagem”, pede.

O caminhada ecológica, que começou no Santa Lúcia, seguiu até a Praça do Sol Nascente, onde foram feitos trabalhos de conscientização através de panfletagem.

Enchentes

Em maio deste ano, o bairro foi um dos mais atingidos pelas chuvas, deixando inúmeras ruas alagadas e moradores ilhados. Várias famílias tiveram que deixar suas casas.

Por Eliene Andrade

Check Also

Contaminação pela variante de Manaus está crescendo em Sergipe

    O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), unidade gerida pela Fundação de Saúde ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.