“A falta de segurança é assustadora”, diz Valdir

Valdir

“A marginalidade está muito grande, preocupo-me muito porque a quantidade de assaltos cresce deixando a população assustada”, alertou Valdir Santos (PTdoB) durante o seu discurso no Pequeno Expediente na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), nesta quinta-feira, 26/11.

O desabafo do vereador na tribuna foi sobre o crime praticado por dois homens que vitimou um jovem de apenas 17 anos. “Estou muito triste. O jovem Djhokaef Lima, filho de um conhecido meu, é mais uma vítima da violência que assola nossa cidade. Ele foi morto com um tiro no peito mesmo após levarem seus pertences. O rapaz era da Igreja de Deus Renovada e tinha um papel importante lá, é lamentável ver um jovem morrer”, relatou.

O vereador fez um apelo a Polícia Militar e ao coronel Jackson Santos, comandante do Policiamento da Capital, que possam ajudar no caso do Djhokaef. “Eu sei que a polícia militar tem feito um trabalho muito bom, mas hoje peço a PM e ao coronel Jackson Santos que atuem no caso com bastante celeridade para que os autores deste crime sejam punidos o mais rápido possível”, pediu.

Ainda em pronunciamento, Valdir ressaltou que segurança do município está ameaçada, que a população está refém da marginalidade. “Não falo somente do caso do jovem assassinado, mas da sociedade comum todo que tem sofrido com essa situação. Precisamos minimizar esses números de assassinatos e de assaltos, vamos cobrar aos órgãos competentes monitoramento ostensivo em diversas áreas em Aracaju”, finalizou.

Check Also

Canindé: Hugo de Pank toma posse no Parlamento Municipal

  Um dos vereadores eleitos mais jovens da história de Canindé de São Francisco, Hugo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.