Procurador mantém pedido de condenação dos deputados

Rony Almeida também pediu absolvição de três réus
11/04/2018  11:22
Advogado Israel Mendonça está fazendo defesa de Nollet Feitosa nesse momento (Fotos: Portal Infonet)

Procurador mantém pedido de condenação dos deputados estaduais Augusto Bezerra (PHS) e Paulo Hagenbeck, o Paulinho das Varzinhas

O procurador-geral de justiça, Rony Almeida, concluiu sua manifestação na ação penal movida pelo Ministério Público Estadual (MPE) contra os deputados estaduais Augusto Bezerra (PHS) e Paulo Hagenbeck, o Paulinho das Varzinhas (PSC).

O procurador manteve o pedido de condenação por peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro contra os parlamentares e contra a maioria dos réus. Mas pediu a absolvição de três deles: em favor da assessora parlamentar Eliza Maria Menezes e também para absolver Wellington Luiz Gomes Silva e José Agenilson de Carvalho Oliveira.

No entendimento do procurador-geral, não há nos autos fatos que comprovem a participação deles no esquema que teria sido articulado pelos parlamentares, o empresário Nollet Feitosa e os dirigentes da Amanova para desviar as verbas de subvenções.

Aos demais réus, o procurador manteve o pedido de condenação e destacou que estaria apenas cumprindo o dever da função que exerce no Ministério Público Estadual e que o “MPE não pertence ao discurso do ódio “.

O julgamento prossegue com a manifestação do advogado Israel Mendonça, que atua na defesa de Nollet Feitosa. O advogado diz que o empresário contribuiu de forma correta com a investigação, afasta a tipificação do crime de peculato, mas admite que houve corrupção e clama pelo perdão judicial em favor de Nollet. O Portal Infonet acompanha toda movimentação no Tribunal de Justiça.

por Cássia Santana

MATERIAS RELACIONADAS

Check Also

Belivaldo anuncia criação de nova companhia da PM

Ao conceder entrevista coletiva à imprensa na manhã desta sexta-feira,13, o governador de Sergipe Belivaldo ...