Governador e trabalhadores discutem demissões da Mosaic Fertilizantes no Polo de Rosário do Catete

A empresa Mosaic Fertilizantes, maior produtora global de fosfatados e potássio combinados, adquiriu a Vale Fertilizantes em janeiro de 2018. Na ocasião, ela se comprometeu em manter os empregados da gestão passada. Contudo, neste mês de março, 83 trabalhadores foram demitidos

Na manhã desta segunda-feira (19), o governador Jackson Barreto se reuniu com representantes do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Extração de Minerais não Metálicos do Estado de Sergipe (Sindimina) com o intuito de dialogar sobre o quadro de demissões que aconteceram na empresa Mosaic, localizada no município de Rosário do Catete. A reunião foi acompanhada pelo o vice-governador Belivaldo Chagas, o deputado federal João Daniel, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sedetec), José Augusto Pereira e o diretor-presidente da Codise, Eugênio Dezen.

“Em janeiro, nós recebemos esta nova empresa que se mostrou comprometida em incentivar o progresso do nosso estado, assim como preservar os empregos. Estou decepcionado ao saber que mais de 80 trabalhadores sergipanos estão sem emprego. Desta forma, convidaremos a empresa para uma conversa. Seguimos empenhados em buscar maneiras de proporcionar dignidade e qualidade de vida para os trabalhadores. Em momentos de crise, não podemos nos conformar com situações como essa”, ressaltou o governador Jackson Barreto.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Extração de Minerais não Metálicos do Estado de Sergipe (Sindimina), Álvaro Alves, o governador Jackson Barreto se colocou à disposição para intermediar uma solução para as demissões.  “O governador Jackson Barreto está nos apoiando. A reunião foi ótima. Ele se colocou à disposição para intermediar uma conversa com a empresa por conta das demissões ocasionadas e tentar arrumar uma saída para os 83 que foram demitidos. São pais de famílias que perderam seus empregos. A gente sabe como isso irá afetar a economia da região. São trabalhadores dos municípios de Rosário do Catete, Maruim, Siriri, Capela, Socorro e Aracaju. Afeta toda região e estamos extremamente preocupados”, alertou.

O presidente do Sindicato disse, ainda, que a categoria tentou chegar a um acordo com a empresa, mas não foi bem sucedido.  “Eles nos procuraram para oferecer um plano de demissão, no qual eles davam dois salários para quem fosse demitido e seis meses de assistência médica. Nós não concordamos e começamos a conversar indicando que haveria outras formas de se reduzir custos sem ser por demissão. Sugerimos o Plano de Demissão Voluntária (PDV), e eles se mostraram contrários à proposta. Na verdade, não houve negociação, houve uma imposição. Diante disso, nós realizamos uma assembleia com os empregados para colocá-los cientes da grave situação. Logo após, a empresa começou a demitir os funcionários sem nenhuma negociação”, explicou.

A empresa Mosaic Fertilizantes, maior produtora global de fosfatados e potássio combinados, adquiriu a Vale Fertilizantes em janeiro de 2018. Na ocasião, ela se comprometeu em manter os empregados da gestão anterior. Contudo, neste mês de março, 83 trabalhadores foram demitidos. Atualmente, o Polo de Rosario do Catete conta com aproximadamente 800 funcionário diretos.

http://agencia.se.gov.br/noticias/governo/governador-e-trabalhadores-discutem-demissoes-da-mosaic-fertilizantes-no-polo-de-rosario-do-catete

Fotos : Marcelle Cristinne/ ASN

Check Also

Pastor Virginio de Carvalho Neto plano B” para compor com Belivaldo Chapa majoritária

Candidato a reeleição, Beleivaldo Chagas (PSD) acelera entendimentos para composição de sua chapa majoritária. Eliane ...