Entrevista: Ângela Dantas presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Sergipe

ENTREVISTA

Com amplo conhecimento sobre tudo o que envolve legislação ligada à Contabilidade, Ângela Andrade Dantas Mendonça, presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Sergipe (CRC/SE) concedeu, entrevista ao site SERGIPE NEWS

Na ocasião, a gestora do CRC/SE informou detalhadamente de que forma o CRC tem contribuído para a evolução da contabilidade, o exame de Suficiência etc….

Sergipe News –  Ângela Dantas presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Sergipe

 

Sergipe News – De que forma o CRC tem contribuído para a evolução da contabilidade em Sergipe e o CFC para o Brasil?

Ângela Dantas –   A contabilidade ela foi evoluindo a tal ponto que inclusive as nossas normas e resoluções ela tem padrão internacional. Ela tem mostrado  para a sociedade a sua importância. Nossos demonstrativos e balanços têm demostrado confiança dos números de transparência de controle. A partir disso a evolução da sociedade fez com que o Brasil se adequasse aos nossos padrões contábeis. Hoje em dia os órgãos públicos têm buscado em nossos demonstrativos fontes de dados para ajudar no combate a corrupção.

O CRC-SE vem investindo no fortalecimento da profissão de diversas formas, principalmente naquelas que visam ao aprimoramento da formação global do profissional, através de capacitação, além de eventos, cursos, seminários e congressos.

 

Sergipe News – Como a senhora  avalia o atual momento da profissão contábil em  Sergipe?

 

Ângela Dantas   – A área contábil tem se destacado, em Sergipe, pela profissionalização. A constante atualização técnica e a diversidade de áreas de atuação têm levado à valorização da carreira. Pesquisas entre as empresas de Recursos Humanos apontam, a contabilidade como uma das carreiras mais promissoras para o ano. As dificuldades serão sentidas, sem dúvida, mas o profissional qualificado verá, na crise, uma oportunidade de crescimento.

A contabilidade tem papel fundamental na sustentabilidade dos negócios. Em momentos como o que o País está vivendo, a contabilidade passa a exercer um papel central na assessoria das gestões, alertando sobre a situação contábil das instituições, apontando possibilidades de redução de despesas, seja com o planejamento tributário, seja com economias possíveis, além de orientar sobre os melhores investimentos.

 

Sergipe News – Atualmente, quais são os grandes desafios para os profissionais?

 

Ângela Dantas – O Conselho Federal de Contabilidade (CFC), com o total apoio dos Conselhos Regionais de Contabilidade (CRCs), tem buscado atender os interesses da classe contábil e defender não apenas os interesses da área, mas de todos os cidadãos brasileiros.

Nesse sentido, o Sistema CFC/CRCs tem procurado investir na capacitação global dos contadores e técnicos, realizando eventos voltados às diversas áreas da Contabilidade e, ainda, firmando parcerias com Instituições de Ensino Superior, com vistas a contribuir para elevar qualidade dos cursos de Ciências Contábeis e, consequentemente, da qualificação profissional.

O Sistema tem atuado para que a sociedade brasileira possa contar com informações contábeis confiáveis e de alta qualidade, praticada por profissionais capazes, éticos e cumpridores de suas obrigações com responsabilidade; profissionais que, ao fazerem os registros contábeis, gerem informações precisas e transparentes para os gestores e demais usuários das informações.

Esse é um trabalho que exige vigilância constante do Sistema CFC/CRCs, por isso é considerado um desafio de hoje e de amanhã. Mas acreditamos que, por meio de várias ações, a exemplo da educação continuada e da realização de exames de avaliação de conhecimento – Exame de Suficiência e Exame de Qualificação Técnica –, podemos contribuir para o aprimoramento técnico dos profissionais e, com isso, fazer com que a Contabilidade seja um fator de proteção da sociedade.

Além disso, temos o desafio de manter sempre aberto o diálogo com instituições de interesses convergentes, com entidades parceiras e com os poderes públicos, discutindo, apresentando e acompanhando proposições do interesse da classe.

Sergipe News – Qual o balanço do Exame de Suficiência?

Ângela Dantas – Instituída por uma lei federal no mesmo moldes do exame da ordem, sendo realizado dois exames por ano. Importante  frisar que é um exame difícil,  que mede realmente aquelas pessoas que são melhores qualificadas para obterem seu registro, uma grande conquista da contabilidade brasileira, tornando-se ferramenta indispensável para a inserção de profissionais habilitados a atuarem no mercado de trabalho.

Sergipe News – Suas considerações finais

Ângela Dantas –  A Contabilidade avançou muito nos últimos anos , ela tem representação próxima com todos os órgãos de controle, são espaços que foram conquistados devido a credibilidade, não só da atual gestão mais de gestões anteriores que trabalharam sempre com muita responsabilidade e com muito cuidado na valorização dos profissionais. “Quero parabenizar a participação do profissional contábil para a sociedade. A contabilidade tem sido reconhecida como necessária. Agradeço a sua atenção e de toda imprensa que sempre tem sido parceira na divulgação de assuntos pertinentes a toda sociedade” relata Ângela.

 

 

 

Check Also

Natal de Resgate leva esperança e alegria para internas do Presídio Feminino

A emoção tomou conta de 120 internas do Presídio Feminino (Prefem), em Nossa Senhora do ...