Desvio de recursos: Polícia e GAECO cumprem mandados em Aracaju e Dores

GAECO – Ministério Público

O Ministério Público do Estado de Sergipe (MPSE), por intermédio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), em conjunto com o Comando de Operações Especiais (COE) e o Departamento de Combate ao Crime Tributário e Administração Pública (DEOTAP), deflagrou na manhã desta quinta-feira (12), a terceira fase da Operação Metástase, com o cumprimento de oito mandados de busca e apreensão.

A ação acontece em Aracaju e Nossa Senhora das Dores – no centro e zona rural -, e tem como foco principal o aprofundamento de provas de grupo criminoso que atuava na gestão da Fundação Beneficente Hospital de Cirurgia.

Segundo o GAECO/MPSE, por meio de levantamentos de dados e de campo, o ex-gestor do Hospital de Cirurgia utilizou-se de duas construtoras, registradas em nome de “laranjas” – sócios residentes no município de Nossa Senhora das Dores – com a finalidade de desvio de verba pública da saúde e utilizadas na compra de bens e enriquecimento ilícito do gestor à época. A investigação versa sobre crimes contra a Administração Pública, Lavagem de Dinheiro e Organização Criminosa.

NE NOTÍCIAS

Estão sendo cumpridos oito mandados de busca e apreensão.

Check Also

TCE elege novo presidente

TCE Sergipe 7 DE NOVEMBRO DE 2019 | ATUALIZADO HÁ 1 HR O conselheiro Luiz ...