CREAS de Estância promove 3ª Mostra de Arte & Cultura

Culminância do projeto trabalhou diversas habilidades artísticas dos jovens assistidos pelo órgão

 

Como parte das comemorações do 14º aniversário do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) Drª Ruth Cardoso, da Cidade de Estância, ocorreu na manhã de quinta-feira, 24, a 3ª Mostra de Arte & Cultura “Colorindo vidas, revelando talentos”. O evento cultural é a culminância do projeto e oficinas desenvolvidas pela equipe técnica com crianças e adolescentes atendidas pelo serviço da Secretaria da Assistência Social.

A proposta pedagógica empregada no projeto possibilita o fortalecimento dos vínculos familiares, comunitários, estimula a vivência coletiva e permite uma reflexão crítica por meio da arte e cultura, que são dois instrumentos importantes de transformação e inclusão social. Segundo a coordenadora do CREAS Lúcia Medina, a mostra foi inteiramente trabalhada com a temática da inclusão social, por meio da arte contemporânea.

“A importância do projeto é possibilitar o contato de crianças e adolescentes, que vivenciam situações de tanta vulnerabilidade social e de violação de direitos, o contato com a arte e a cultura. Essa mostra de arte foi inspirada na arte contemporânea do artista plástico Eduardo Kobra, que faz grandes painéis mundo afora, sempre levando uma temática de cunho social. Aqui nós temos quatro painéis: tolerância, empatia, alegria e liberdade. Cada um desses conceitos e seus personagens que foram desenhados foram alvos de discussões em grupo e de informação com essas crianças. Através do colorido e do fazer mesmo a gente possibilitou a integração entre eles, a ideia de um tralho em equipe, de valorização da habilidade de cada um. E hoje nós temos a alegria de mostrar os talentos e as habilidades dos nossos usuários”, afirmou.

A Secretária da Assistência Social Danielle Mulhert, enfatizou que a proposta da mostra cultural é valorizar os trabalhos realizados pelas crianças e adolescentes assistidos na rede. “O nosso objetivo com essa mostra é de valorizar essas crianças e adolescentes atendidas pelo CREAS. Isso porque eles chegam aqui muito fragilizados, com os vínculos familiares rompidos, com as famílias desestruturadas. Apesar desses desafios, a equipe técnica busca trabalhar no fortalecimento de vínculos, a cidadania, com acompanhamento psicossocial. Então, a exposição foi pensada justamente para valorizar os trabalhos desenvolvidos por eles durante os atendimentos. Hoje presenciamos apresentações artísticas, pinturas e painéis”, disse.

A importância do projeto também foi reconhecido pela Psicóloga Denise Bradão do 3º Núcleo Psicossocial do Tribunal de Justiça, que fez questão de prestigiar a mostra. “Esse tipo de evento é muito importante porque valoriza as crianças e adolescentes atendidas pelo CREAS, bem como seus profissionais que atuam na proteção social especial. As habilidades desenvolvidas aqui são de grande valia para integração comunitária, desenvolvimento das potencialidades e criatividade. Essa mostra é muito importante para o crescimento desses jovens e fortalecimento da autoconfiança deles”, expressou.

O coordenador do projeto Colorindo Vidas e artista plástico Claudomiro Ferreira, explicou como o trabalho foi desenvolvido.
“A proposta foi apresentar para esses jovens uma nova forma de fazer arte, dessa vez com a pintura em grandes painéis e murais. Até então eles só tinham realizado pinturas em papel e telas menores, e a proposta foi ampliar isso e desafiá-los a uma nova forma de fazer arte. Para que eles deixassem a zona de conforto muita fechada de museus e galerias e trazer essa arte dos murais. O nosso objetivo era trazer um colorido especial para esses jovens, por isso que foi trabalhado essa temática com eles”, explicou.

Presenças 

A mostra foi acompanhada pela Secretária Adjunta da Assistência Social, Marta Monteiro; Coordenadoras dos CRAS Érica Batista e Natalina Correia; Coordenadora do AEPETI, Maria Lima; 3º Núcleo Psicossocial do Tribunal de Justiça; Coordenação do CREAM Guadalupe Lima; Coordenação do SCVF Sabrina Arcieri; Casa Acolhedora Valdete dos Santos; Educadores Sociais; Oficineiros e Técnicos de Referência da Assistência Social.

Check Also

TCE elege novo presidente

TCE Sergipe 7 DE NOVEMBRO DE 2019 | ATUALIZADO HÁ 1 HR O conselheiro Luiz ...