ALIANÇA PSOL E PSB CAMINHA A PASSOS LARGOS EM ESTANCIA

 

 

Os entendimentos entre o PSOL e PSB na cidade de Estância/SE caminha a passos largos, e que se se frise, com certo respaldo da direção estadual dos socialistas, tal fato, fez com que o PT se posicionasse numa suposta pré candidatura a prefeito em nosso Município para as eleições de 2020.

O PT tá correto, é o jogo da política, é a briga de espaços, algo que deve ser encarado com muita naturalidade, pois existem os que entendem que na verdade, tanto o PSB como o PT  estão na  busca de firmar posição na chapa majoritária  para indicar o vice do pré candidato a prefeito do PSOL, Márcio Souza.

O processo eleitoral na verdade ainda bem distante, não recomenda precipitações e estrategicamente é mais prudente se afirmar que tem candidatura própria do que lançar vice de chapa majoritária, embora se saiba que todos os caminhos indicam que essas três agremiações PSOL, PSB e PT deverão eleger o novo prefeito de Estância, caso  essa  desenhada coligação venha a se confirmar, mas, com as devidas cautelas que a política exige, pois é preciso agregar mais partidos e outras forças.

No entanto, nada obsta,  o início de conversações e entendimentos para a formatação do esboço do projeto em construção, assim, evitar a implosão do bloco esquerdista, não esquecendo que existem mentores intelectuais  idealizando que  a vinda de um nome pinçado da esfera governista, seria o ideal para uma maior agregação e consagração do  fortalecimento do referido bloco, se tal fato acontecer, deixará a situação em polvorosa, sem lenço e sem documento, argumentam, que isso Isso se chama POLÍTICA. Entendem que   um vice do segmento da propria esquerda e uma insanidade e burrice. E pensar pequeno e mesquinho.

Não custa nada repetir que os representes do segmento da esquerda já possuem uma  certa  e boa experiência e devem marchar juntos na busca da sensatez que o quadro político requer, porque o embate não será fácil, embora mais claro que a luz do sol do meio dia se saiba, que  a  bola da vez já tem nome, é só encaçapar. E para isso, a palavra chave é agregar.

Por Antônio Barbosa

 Fonte JPINEWS

Check Also

Proibido de questionar o governador, Gilmar diz que “a Assembleia perdeu a razão de existir”

Após a conclusão da explanação do governador Belivaldo Chagas (PSD) sobre a situação financeira do ...