Câmara de Vereadores de Canindé aprova Incentivos Fiscais para implantação da Usina de Energia Solar

 

Previsão de 1.200 empregos diretos

 

 

A Câmara de Vereadores de Canindé de São Francisco concluiu nesta terça-feira (01) a votação do projeto de lei que concede incentivos fiscais para implantação e construção da Usina Fotovoltaica (Energia Solar), com previsão de ser construída no Povoado Curituba no segundo semestre de 2020. A ideia inicial é a instalação de uma moderna Usina com previsão de cerca de 1200 empregos direto.

Para levarmos emprego e desenvolvimento no município, temos de dar algum incentivo fiscal, porque senão nós não conseguiremos levar emprego e desenvolvimento para nossa região, relata vereador Joselildo Almeida Pank.

A energia solar fotovoltaica já é uma realidade. Em um contexto em que a energia elétrica convencional torna-se cada vez mais cara e prejudicial ao ambiente, a energia solar – e outras fontes renováveis – surgem como alternativa para que o nosso planeta dê um salto sustentável. O Brasil, segundo estudo recente, deve estar entre os 20 países que mais produzem energia solar no mundo em 2018.

 

Dados como esse ratificam a necessidade de as prefeituras, os estados e a federação também fazerem sua parte nesse processo de mudança da matriz energética. Como esse ratificam a necessidade de as prefeituras, os estados e a federação também fazerem sua parte nesse processo de mudança da matriz energética.

O projeto recebeu à aprovação dos seguintes vereadores: Nailson Marinho , Joselildo Almeida do Nascimento (Pank), José Gomes da Silva Filho (Zé Gomes), Ronildo Bezerra Rodrigues, José Renato Santos (Tutucha), Roque Almeida Cruz, José Juarez dos Santos, Marcelo Guedes Souza, Adriano Santana Feitosa (Adriano de Bonfim) e José Antônio dos Santos Filho (Zé Caloi).

Claudio Vasconcelos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Check Also

População aprova gestão do prefeito Weldo Mariano em Canindé de Sao Francisco

Para o prefeito , os reflexos de ações implantadas pela gestão refletem uma aprovação já ...